era o que eu sempre dizia no intuito

As palavras tem poder, era o que eu sempre dizia no intuito de me convencer que tudo que desejamos e queremos pode sim acontecer. Mas estas palavras que libertam, que dão vida e esperança, são as mesmas que ferem e que machucam a alma por dentro. Um ato sem pensar é capaz de arruinar toda uma história e trazer cicatrizes profundas na memória de quem as sentiu. Portanto, pense antes de falar, escute a voz do seu coração e não diga aquilo que minutos depois irá se arrepender, pois se você tiver sorte, a pessoa pode até te perdoar, mas ninguém é obrigado a continuar a semear frutos onde já não se colhe mais nada. Chega uma hora em que cansa fazer de tudo, passar por todas as estações e ainda assim nada florescer. Se deseja realmente o bem, tome cuidado com as palavras. O silêncio é a melhor resposta para a intolerância humana. Não deixe marcas, feridas no coração do outro, se você diz gostar. Quem gosta cuida, protege e ama. Se tem uma coisa que aprendi é que temos que dar valor à quem nos dá valor. Os outros, só se importam com as sensações boas que você tem lhes causado, com o bem estar deles. Revigore-se! Use as palavras certas ou então, não reclame depois quando for tarde e a pessoa que só lhe queria bem estiver seguido uma outra direção.
Lidiane Guimarães.